Doces – dá pra se livrar desse vício?

Gente, sei como é difícil largar deste vício, pois já fui uma viciada também :s Na adolescência era daquelas que almoçava pensando na sobremesa, rsrsrs mas na época também sofria com terríveis dores de cabeças diárias.  Mas passou!!! Decidi mudar logo cedo e ao longo do tempo as coisas foram melhorando. Parei de tomar refrigerante aos 12 anos, reduzi a quantidade de doces ao longo do tempo e hoje nada que seja doce demais me desce a garganta.

Portanto, se este é o seu caso, fique tranquilo que há solução!!! Mas para sair do vício é preciso entender as causas e agir com mudanças, ou seja, será preciso sair da doce zona de conforto do seu paladar.

 

1. Acredite, paladar se (re)educa e isso pode demorar cerca de 3 meses

Reeducar o paladar é passar a apreciar novos sabores e menores intensidades, é deixá-lo mais sensível. Quando estamos acostumados com sabores muito intensos – muito doce, muito salgado, muito borbulhante, muito picante – não conseguimos apreciar sabores suaves.

Para mudar este padrão comece estabelecendo uma meta contínua de redução de açúcar. Se usa 2 col de açúcar no café, passe a usar uma. Se ama chocolate mas não gosta do amargo, comece a misturar os dois e assim por diante. Quanto aos produtos que você não consegue alterar o sabor (refrigerante, sorvetes, sucos prontos) o ideal é retirar da sua vida mesmo, senão vai continuar com o estímulo do açúcar.

Ah, e cuidado especial com adoçante e coisas light!!! Eles podem não ter calorias, mas te induzem a ter um paladar que precise de algo cada vez mais doce! O sal é outro ponto de atenção. Comida muito salgada pede mais algo muito doce para compensar.

 

2. Deficiências nutricionais – causa e consequência

Adoro uma frase que traduz muito bem isso, que diz “Gostar de doce é humano e natural, precisar é desequilíbrio nutricional!”

Comer muito doce e carboidrato refinados (as farinhas brancas e tudo o que é feito delas) reduz os níveis de cromo (um mineral) e vitaminas do complexo B no corpo. E a deficiência desses nutrientes leva à vontade de comer doce gerando um ciclo vicioso.

Portanto, além de tirar o doce é importante incluir mais alimentos fonte desses nutrientes e em muitos casos uma suplementação inicial ajuda a acelerar o processo. Isso porque outras coisas como anticoncepcionais e o estresse também depletam vitaminas do complexo B.

Alimentos ricos em cromo: o cacau puro é o mais rico deles, por isso muitas vezes a vontade de comer chocolate pode estar associada à necessidade por este nutriente.

O cromo é necessário para que o açúcar penetre nas células, por isso sua deficiência pode favorecer à resistência à insulina, correlacionada com o Diabetes e Sïndrome do Ovário Policístico, por exemplo.

Alimentos ricos em vitaminas do complexo B: farinha de arroz, farelo de arroz, germen de trigo, aveia, leguminosas (feijões, lentilha, grão de bico), fígado e ovos.

 

3. Microbiota intestinal – pequenos indomáveis

Existem seres que mandam mais na gente do que a gente pensa 🙂

Estes seres (não são os filhos, a mãe, o chefe ou os cachorros! Ufa!) são os probióticos, os microorganismos que moram no nosso intestino. E eles são muuuitos! Temos mais bactérias no intestino do que células no corpo e a gente precisa muito delas.

Mas, essas bactérias podem ser, digamos, do bem ou do mal. Tudo depende do produto que ela gera dentro da gente. Como fazer para ter bactérias do bem? Tendo uma alimentação adequada (com muitas verduras e comida de verdade), ter uma digestão boa, mastigar muito bem, não consumir alimentos fungados ou estragados (esqueça aquela história de tirar o pedaço ruim e comer  resto!), não consumir alimentos que te fazem mal ou que te causam intolerância e principalmente não consumir açúcar e gordura trans e saturada em excesso.

As bactérias e fungos ruins são tanto alimentadas pelo açúcar como te dão vontade de comer doces (ciclo vicioso novamente!). Outros sintomas comuns associados à este perfil, que chamamos de disbiose ou síndrome fúngica (que são coisas diferentes, mas semelhantes) são queda de cabelo, hipoglicemia, micose e/ou candidíase frequente, e aumento da fome ao comer maçã ou uva.

p.s: se você pensou em consumir yakult ou iogurte como fonte de probióticos, adianto que não são boas opções. Uma das causas é a baixa quantidade e a outra a alta concentração de açúcar.

 

4. Deficiência na produção de serotonina

Vontade de comer doce principalmente no final do dia pode estar associado à baixa produção de serotonina. O ciclo normal da nossa serotonina é aumentar no final do dia e quanto isso não acontece de forma adequada o corpo grita por carboidrato.

Como mudar? Primeiro garantindo refeições com adequados teores de proteína (que não precisam ser proteína animal) ao longo do dia, principalmente pela manhã; garantir boas fontes de nutrientes que formam a serotonina (triptofano, vitaminas do complexo B, alimentos antinflamatórios); garantir boas bactérias no intestino (como falamos acima). Oitenta por cento da nossa serotonina é formada no intestino e bactérias ruins inibem esta produção.

Um dos ciclos viciosos do açúcar

 

5. Açúcar vicia –  Comunidade dos açúcarados anônimos

Vários estudos, reportagens e vídeos foram lançados recentemente comparando o vício do açúcar ao vício da cocaína. O açúcar ativa receptores de prazer no cérebro gerando vício. Se você não viu nada sobre o assunto vale a pena ver o vídeo abaixo.

Como o açúcar afeta o cérebro: https://www.youtube.com/watch?v=lEXBxijQREo

 

6. Entender as emoções

Se o prazer do açúcar é uma fuga em sua vida vale a pena perceber as emoções e o que as causa. Por que ele é fonte de prazer? Quais são outras fontes de prazer? Como você se sente depois de ter comido? As consequências valem mais que o prazer?

 

7. Tratamento nutricional

Se ainda assim você tiver dificuldade em se livrar deste vício, um tratamento nutricional mais próximo pode auxiliar fazendo uso de alimentos e fitoterápicos antifúngicos, moduladores da produção de serotonina, suplementos de probióticos e nutrientes, orientações nutricionais e técnicas de coaching para a mudança.

Boa sorte no seu caminho! 😉

Logo abrirão as inscrições para a próxima turma. Se inscreva abaixo na lista de espera para ficar sabendo.

Em caso de dúvidas, nos escreva no e-mail pririciardi@gmail.com 

Obrigada por se inscrever

Quero receber meu ebook Boa Digestão

Quero receber meu ebook
Boa Digestão

Todo ritual de beleza e cura começa por uma boa limpeza do corpo.

Não estamos falando de sucos detox, mas da garantia de uma boa digestão! Independente do que está buscando, esse é o primeiro passo que precisa dar para regular sua saúde!

O Ebook foi enviado no email cadastrado

Preencha com seus dados para receber mais informações

As informações sobre agendamento foram enviados por email