fbpx

Hibisco na medida certa

O hibisco (Hibiscus rosa sinensis) é uma das bebidas mais antioxidantes que existe, até mais que o chá verde e o matcha.

Atualmente, seu benefício mais divulgado é seu efeito diurético mas seu consumo também auxila na melhora da circulação, redução da pressão arterial, melhora da fragilidade capilar (varizes, hemorroida), relaxamento muscular, baixa imunidade, hipoglicemiante e cicatrizante (para úlceras, por exemplo).

 

 

Em termos nutricionais, a flor do hibisco é uma importante fonte de magnésio, boro e manganês. Em 1 litro de infusão de hibisco se encontra aproximadamente 106mg de magnésio (quase metade da recomendação diária média), 5,5mg de boro (um nutriente muito importante para a saúde óssea, artrite e alterações hormonais) e de 10-17mg de manganês (o máximo recomendado é de 10mg/dia).

 

Cuidados no consumo em excesso

Recomendo que todo tipo de chá seja rodiziado, ou seja varie e não fique sempre tomando o mesmo chá. Por mais benéfico que tenham os alimentos e plantas, o excesso pode trazer riscos também. É aquela velha história, a diferença entre o remédio e o veneno é a dose que se usa.

 

Alumínio

Os chás é um dos chás com maior teor de alumínio. E Assim como as frutas cítricas aumentam a absorção de ferro, folhas ácidas como o do hibisco parecem aumentar a absorção de alumínio presente na própria folha. Portanto consumir muito hibisco pode ser uma forma de aumenta a absorção de alumínio no seu corpo.

 

Manganês demais

O outro porém é a alta quantidade de manganês no hibisco. Quatro xícaras do chá tem aproximadamente 10-17mg de manganês, uma dose igual ou mais alta que a dose máxima aceitável como saudável que é de 10mg. O excesso de manganês pode depletar o uso de ferro pelo nosso corpo.

 

Como e quanto consumir?

Dado os benefícios e os riscos do excesso, o segredo é consumir com moderação. Uma dose diária não deve ultrapassar 4 xícaras, lembrando que quando as folhas ficam por mais tempo imersas na água (como uma água aromatizada, mais ativos e nutrientes em excesso são extraídos.

A melhor forma de aproveitar seu alto potencial antioxidante é consumi-lo ao longo do dia e não de uma só vez. O gráfico abaixo mostra que seu potencial antioxidante comparado com o da água tem um pico máximo dentro de uma hora após o consumo e depois cai se aproximando ao da água.

 

Formulário de inscrição da lista de espera

Obrigada por se inscrever

Quero receber meu ebook Boa Digestão

Quero receber meu ebook
Boa Digestão

Todo ritual de beleza e cura começa por uma boa limpeza do corpo.

Não estamos falando de sucos detox, mas da garantia de uma boa digestão! Independente do que está buscando, esse é o primeiro passo que precisa dar para regular sua saúde!

O Ebook foi enviado no email cadastrado

Preencha com seus dados para receber mais informações

As informações sobre agendamento foram enviados por email